Fã recria Bully na Unreal Engine 5

Fã recria Bully na Unreal Engine 5

A Unreal Engine 5 ainda é bastante recente no universo gamer e, enquanto alguns jogos promissores aida estão adaptando a engenharia ao desenvolvimento, os “devs” independentes fazem sua parte aproveitando a tecnologia da Epic Games para criarem todo tipo de produção gráfica que quiserem.

Como foi o caso de Bully, um clássico jogo de ação e aventura da Rockstar Games, lançado em 17 de outubro de 2006 para PlayStation 2 e que apenas tinha recebido uma versão pouco expandida para PlayStation 3 e Xbox.

Os fãs sempre sonharam com uma continuação que trouxesse o game de volta e, pensando nisso, a página TeaserPlay no Youtube resolveu recriar uma versão do jogo usando a Unreal Engine 5 em um trailer de conceito fantástico. Confira:

Nesse remake, os traços da Bullworth Academy, onde o personagem principal do game é transferido, estão mais realísticos desde árvores, ônibus abandonados, dormitórios aos corredores do internato para vândalos. O próprio James “Jimmy” Hopkins que se mete em várias brigas durante o gameplay e precisa provar sua honra diante de outros alunos também sofreu uma melhoria na aparência com traços que deixam suas sobrancelhas e maçãs do rosto mais proeminente, mas o destaque fica para os olhos que estão mais realísticos do que nunca.

(Reprodução/Imagem: TeaserPlay)
(Reprodução/Imagem: TeaserPlay)

Muito embora uma das maiores características do game envolvam as brigas em que os personagens se metem, o canal Teaser Play não mostrou nenhuma cena de violência no showcase do remake, o que é curioso e levanta dúvidas: como as de que as cenas foram criadas apenas para desmonstrar o trabalho do desenvolvedor ou se o criador resolveu corta-lás para imaginar como o conceito do jogo ficaria atualmente.

No segundo vídeo abaixo, podemos ver um comparativo do jogo original com o remake feito pelo canal que demonstra o quanto o uso da engenharia da Epic Games pode mudar drasticamente a dramatização da história de Bully.

É importante lembrar que apesar de ser um clássico, boatos sobre Bully começar a ter um segundo jogo trabalhado foram reacendidos esse ano, mas nada ainda foi confirmado pelos criadores.

Além desse vídeo, o canal também reinventou o jogo Assassin’s Creed passado no Japão e que vale uma boa olhada.

Bully está disponível para Android e para os consoles PlayStation 2, Nintendo Wii, Xbox 360 e PC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *